quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Goleada Algo Táctica






















Tarde algo Fria em Ferreira do Alentejo, sintético bem cuidado para um jogo que se queria bem jogado. De um lado o Ferreirense que entrou muito bem na partida, conseguido nos primeiros minutos imprimir uma grande velocidade no jogo, podendo ter inaugurado a partida por com pelo menos dois lances de grande perigo junto da baliza à guarda de Armindo. Durou, 27 minutos, num lance divido na grande área do Ferreirense Barradas mostrou a sua veia goleadora a apontar o primeiro golo com remate à meia volta. A partir desse momento o Ferreirense acusou muito o golo sofrido. Foi o Rosairense que dominou os instantes finais podendo ter ao aumentado o score para dois a zero. No inicio do segundo tempo a equipa da casa pressionou bastante em busca do empate mas num contra-golpe, leal recebe o passe do lado direito ficando em frente ao guardião local, remata de primeira obtendo o segundo golo. O Ferreirense nunca baixou os braços, mas cada vez que de esgueirava no ataque, melhor sortia a resposta do Rosairense, que ao minuto 61 desfere ou machadada no Ferreirense através de uma jogada pelo lado direito executada e finalizada por Vítor Real. Num lance de ressalto à entrada da Grande área, o Ferreirense chega ao 1-3 por intermédio de Fábio na qual Armindo não vê a bola partir. Pelo lado esquerdo num novo contra-ataque Nuno Guerreiro que havia acabado de entrar, consegue recuperar um bola aparentemente perdida e coloca-a na baliza do Ferreirense pela quarta vez. Após este lance houve pelo menos mais dois que poderia inequivocamente ter aumentado o resultado para números mais expressivos. Diga-se em abona da verdade que o Ferreirense tudo fez para merecer outro resultado mas a inspiração não favoreceu desta vez a equipa local, fruto de uma equipa que soube explorar ao mais ínfimo pormenor as fraquezas adversarias.

Excelente arbitragem liderada pelo Sr. Carlos Nilha e seus pares.





Sem comentários:

Publicar um comentário