quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Crer Vence Panoias











Dia nublado e de muito frio em Panoias, pelado em muito mau estado. Foram estas as condicionantes inicias do jogo que opôs ambas as formações.
 O  Rosairense entrou apático no jogo provalvelmente confiantes demais, O Panóias tomou conta da primeira parte do encontro, mas sem grandes oportunidades para ambas as equipas. Registe-se ao minuto 30, através de um livre descaído para o lado direito, Daniel faz um cruzamento forte, onde aparece Marinho livre de marcação, a desviar ao  segundo poste sem dar  hipóteses a Armindo. Facturando o primeiro golo para o Panóias. 
 
No recomeço do segundo tempo, a equipa do Rosário, vem com vontade de dar a volta ao resultado, parece uma equipa diferente, mais aguerrida, com vontade de correr atrás do prejuízo e acaba por encostar a formação do Panóias ao seu reduto defensivo, somente através de contra-ataques chegava á baliza de Armindo, mas sem grande perigo.
Ao 10 minutos da segunda parte uma contrariedade na equipa do Rosairense fruto da lesão do central Hugo, sai, dando lugar à entrada de Juelson , Aos 15 minutos da segunda parte, nova contrariedade para o Rosairense, com Nuno Guerreiro a ver o vermelho directo após entrada disparatada sobre Marinho. Este, dois  minutos antes tinha agredido Nuno Guerreiro com uma cotovelada, que o arbitro não conseguiu ver. A partir deste momento, a jogar contra 10 jogadores e a ganhar 1-0, a equipa do Panóias, abrandou, como se o jogo tivesse resolvido. Por outro lado, a expulsão foi o "click" para a equipa acordar. Os jogadores uniram-se, jogaram com paixão, e grande entrega, e massacraram totalmente a equipa do Panóias. Ao minuto 75, o Panóias envia uma bola ao poste, contra a corrente de jogo.
Ao minuto, na sequência de um cruzamento de Vítor Real para o segundo poste, Juelson cabeceia para o primeiro poste, onde apareça Barradas a cabecear para o empate.
Quando se esperava que o Rosairense em inferioridade, fosse tentar segurar o empate, acontece mais do mesmo, os Jogadores do Rosairense continuaram numa toada totalmente ofensiva.
 O Arbitro deu 5 minutos de compensação, e é ao minuto 91, que Nelson Silva, que neste momento jogava a defesa esquerdo, mesmo depois de mais 30 minutos a jogar com 10 homens encontra forças para fazer uma arrancada que começa ainda no meio campo do Rosairense, ganha a linha de fundo e cruza para a área do guarda-redes Miguel, onde Barradas, cheio de oportunidade e frieza, remate de pé esquerdo para o fundo da baliza de Miguel, colocando o resultado em 1-2, para alegria dos muitos adeptos Rosairenses presentes no campo de Panóias, e perante o desalento dos jogadores locais, que mesmo em superioridade numérica, nunca conseguiram acompanhar o ritmo da equipa que viajou do Rosário.

Resultado merecido para a equipa que mais lutou, mais acreditou, e nunca desistiu, mesmo a jogar grande parte do segundo tempo, com 10 unidades, e em desvantagem no marcador.

Do lado do Rosairense, destaque para as exibições de Nuno Costa foi um autêntico patrão na defesa, e Luís Barradas o homem que marcou os 2 golos.
Do lado do Panóias, destaque para Tiago Nunes que lutou contra a maré praticamente sozinho, apenas ajudado a espaços por Pedro Bate, e Marinho.

Arbitragem Regular, com a expulsão de Nuno Guerreiro a ser correcta, apenas com o reparo de não ter visto a agressão de Marinho, o que se compreende, visto que a jogada decorria noutro local do campo.

Sem comentários:

Publicar um comentário