quinta-feira, 10 de março de 2011

GRANDE JOGO !!!!!









Tarde primaveril no Rosário, depois de uma manhã de Inverno, o Sol apareceu e deu mais brilho à duas equipas que se defrontavam. De um lado o Rosairense com o objectivo de alcançar o 3º posto na tabela classificativa, do outro, o Castrense com ideias de não deixar “fugir” os rivais Serpa e Despertar. Campo 1º de Maio bem recheado de público, já que a tarde estava bastante agradável e o jogo era muito aguardado.
Apito Inicial de David Tomé, e viu-se  a equipa do Castrense ser mais dominadora conseguido empurrar o Rosairense para o seu reduto. Não demorou, e o Castrense colocou-se em vantagem fruto de uma bola recepcionada por Gato, que do bico da área descaído do lado esquerdo, desfere um remate junto ao Poste esquerdo da baliza de Armindo, fazendo o primeiro tento da partida. Não demorou, o Rosairense puxa dos galões e num canto, Hugo Augusto coloca de cabeça a bola dentro da baliza defendida por Marco Hortense.
O Castrense ripostou com lances muito perigosos, sobretudo pelo centro e lado esquerdo do terreno, já que a equipa visitante acabou por dominar o miolo do terreno, conseguido fazer mais rapidamente as transições entre a defesa e o ataque. Ao minuto 21, Dário Almeida livre de marcação, recebe uma bola cruzada pelo lado direito e faz o 1 -2 . Neste momento o jogo detinha um ritmo alucinante sempre com resposta ao ataque protagonizado pela equipa contrária. Num lance individual de Juelson dentro da grande área este, sofre grande penalidade. Para marcar, surge Luís Barradas que a coloca no fundo da baliza de Marco Hortense passava o minuto 43.
No segundo tempo, as equipas tentaram procurar o golo que desse a vantagem no marcador. As incursões feitas por ambos os conjunto faziam antever que o golo estaria próximo de acontecer, mas foi preciso chegar ao minuto 83 para o recém- entrado João Pepe colocar a bola no interior da Baliza de Armindo. Após um recepção no lado esquerdo, Pepe desfere um potente remate cruzado não dando qualquer hipótese ao Guardião Rosairense. No decorrer dos minutos finais o Rosairense tentou por tudo chegar ao empate mas o discernimento não foi suficiente para conseguir levar a bola com perigo à área adversaria.

O Rosairense deu provas do seu futebol diante de um  adversário bastante motivado, demonstrou que tem equipa para rivalizar de forma directa com todos eles.

David Tomé e seus pares conseguiram apresentar o trabalho positivo no seu conjunto. Com pequenos erros de ajuizamento que nada influenciaram o desenrolar do resultado final .





Sem comentários:

Publicar um comentário