segunda-feira, 26 de outubro de 2009

À terceira foi de vez






Finalmente a equipa encontrou o caminho das vitorias. O Rosairense foi igual a si mesmo. Pôs em campo toda a sua maturidade futebolística e puxou dos galões frente a um Despertar que não esperaria tal entrosamento por parte da equipa visitada.

O Rosairense logo impôs ao seu adversário o comando da partida. Durante os primeiros 20 minutos houve o domínio uni-direccionado para a baliza de Garrett. A meio da primeira parte o Despertar acabou por equilibrar as decorrencias do jogo. Registe-se uma jogadada proporcionada à linha por Nuno Daniel que do lado direito desfere um potente remate que embate na trave da baliza visitante. Ao minuto 43 jogada pelo lado direito de insistência por parte de Nuno Guerreiro que põe em Daniel, entrando este pela grande área(lado esquerdo) coloca a bola na frontal de forma a que Ricardo Cordeiro acaba por facturar o primeiro tento.

Na segunda parte, registe-se a expulsão por agressão de Nelson ficando o Rosairense a jogar com 10 elementos. Deu-se ascendente do Despertar que acabou por chegar ao golo do empate. Na contra resposta o Rosairense fez das fraquezas forças e partiu em busca do golol vitorioso que acabou por aparecer ao minuto 73' apontado por Nuno Guerreiro que pelo lado direito desfere um remate em jeito de arco que acaba por entrar no angulo superior da baliza do Despertar.

A arbitragem por parte do Sr. Luis Ralha não deixou de ser incolme. Sempre que podia favorecia claramente a formação Bejense com faltas cada vez mais perto da área do Rosairense. O inverso raramente acontecia Acabou por dar 6 minutos de compensacao que acabaram por ser transformados em 8'. Saliente-se que os árbitros de linha tiveram um actuação perfeitamente equilibrada.

Video 1
Video 2

Sem comentários:

Publicar um comentário